Declaração comum dos coletivos solidários com o povo grego

Publié: mars 4, 2016 dans Communiqués -Déclarations

Respondendo ao apelo do “Coletivos Solidariedade França Grécia para a Saúde” e da “Associação Bretanha Grécia Solidariedade Saúde”, mais de 80 pessoas de 23 coletivos locais vindo de mais de 20 cidades e departamentos*,  reuniram-se no dia 20 de Fevereiro de 2016, para um primeiro balanço sobre a solidariedade para com os dispensários sociais gregos e para com a luta do povo grego contra as políticas de austeridade impostas pela União Europeia e implementadas pelas autoridades gregas.

Estavam presentes neste encontro os representantes das seguintes instituições: Federação Nacional dos Centros de Saúde; Sindicato Nacional do Ensino Superior-FSU, Solidários; Sindicato Nacional dos Cirúrgicos-dentistas dos Centros de Saúde; Sul Saúde Sociais; União Sindical da Psiquiatria; União Sindical dos Centros de Saúde; Coordinação Nacional dos Comités de defesa dos Hospitais e maternidades de proximidade; Tranform ! Europa, Juntos, PCF.

Refletimos, entre outros, sobre as consequências sempre mais dramáticas dessas políticas de saúde, do acesso aos tratamentos e à proteção social num contexto de desemprego crescente, da exclusão e dos anúncios de nova diminuição das reformas. Constatamos também que o combate político e a resistência dos dispensários em autogestão se consolidam e estão até em expansão.

Decidimos, em relação com a nossa própria luta contra a austeridade na França e na Europa, prosseguir e ampliar o nosso trabalho de solidariedade política e concreta com os dispensários. Dezenas de viagens já nos permitiram criar laços e encaminhar material (médico e farmacêutico), e várias delegações já foram até à Grécia em 2015.

Decidimos promover uma caravana militante de solidariedade que, no mês de Outubro próximo, encaminharia material recolhido, e permitiria em etapas sucessivas, várias iniciativas públicas solidárias.

Chamamos o conjunto das forças associativas sindicais e políticas, os militantes reunidos em coletivos ou individuais, a nos apoiar nessa iniciativa participando ativamente ou apoiando financeiramente.

A luta continua

–          contra a austeridade a serviço dos bancos e dos mercados financeiros

–          para uma frente de resistência à divida e seus credores

–          para o respeito dos direitos humanos fundamentais e dos bens comuns (tendo em vista prioritariamente o acesso à saúde e a tratamentos)

–          para que viva a solidariedade internacional entre os povos

 

Paris, o 20 de Fevereiro de 2016

*Aubagne, Aube, Auxerre, Avignon, Bordeaux, Bretagne, Caen, Clermont, Gard, Grenoble, Isère, Lannion, Lille, Lyon, Marseille, Morbihan, Nancy, Normandie, Paris, Poitiers, Rennes, Saint-Malo, Tarn, Troyes, Toulouse, Trégor, Val-d’Oise, Vaucluse, Vitry-sur-Seine, Yonne.

______

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s